Fone: (16) 3301-0641

'Éramos moradores de rua. Hoje somos cidadãos'

A fala é de um morador de rua em evento que reuniu assistidos, serviços públicos e entidades


A terceira edição do Café da Manhã Solidário ocorreu na manhã de sexta-feira (20), na Praça Pedro de Toledo, reunindo moradores em situação de rua, entidades e serviços públicos que trabalham com o segmento, secretários municipais, vereadores, religiosos e voluntários. O encontro foi marcado pela emoção, a necessidade de dar visibilidade à causa e a demonstração da força de vontade de recuperação. O presidente da Câmara, vereador Tenente Santana (MDB), fez o pronunciamento em nome do Legislativo. Também participaram os vereadores Edio Lopes (PT), Paulo Landim (PT), Roger Mendes (Progressistas) e Toninho do Mel (PT).

“Éramos moradores de rua. Hoje somos cidadãos." Esta fala de um dos assistidos pelos programas municipais marcou o evento, que teve ainda o lançamento de um livro, com poesias escritas por eles próprios. “Identidade – Araraquara vista das ruas” foi organizado pela servidora municipal do Centro Pop, Leonilde Mukoyama. Algumas destas poesias foram lidas pelos próprios autores, muitas vezes em meio ao choro, dando a compreensão de que eles haviam rompido com a sociedade ao terem ido para as ruas. “Trazê-los de volta, requer tempo e dedicação. Os que aceitaram o trabalho de recuperação participam do programa e caminham juntos”, disse a secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Jacqueline Barbosa, que agradeceu à Câmara Municipal e aos vereadores por compreenderem a urgência da situação e aprovarem os projetos que hoje transformam a vida dessas pessoas.

Santana falou que as políticas públicas e os serviços das entidades fazem um trabalho transformador e têm importância sem igual para a sociedade, mas, principalmente para essas pessoas. “Só é possível avançar se houver programas e serviços na sociedade e a vontade do cidadão em se recuperar”, disse o vereador.

Já o prefeito Edinho Silva (PT) manifestou que há grande disposição do governo em desenvolver políticas públicas para os moradores em situação de rua e para outras pessoas que necessitam mais da atuação do governo. “Lidar com a questão depende das opções que o governo faz. Fizemos opção pelas pessoas que precisam da Prefeitura. É só assim que as políticas públicas funcionam."

Após as falas das autoridades, aconteceram apresentações teatrais pelos próprios assistidos nos programas, além do café, com salgados, doces, pães e bolos. Algumas entidades tinham barracas com vendas de pães e artesanatos feitos pelos frequentadores dos seus programas.

Também participaram do evento a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Cidinha Silva, o presidente do Comitê Intersetorial do Programa Novos Caminhos, José Guilherme Cagnin e o padre Cristian Capelato.




Publicado em: 20 de dezembro de 2019

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara

Outras Notícias

Fique por dentro


Memória: há 88 anos, as mulheres brasileiras garantiram o direito ao voto

21 de fevereiro de 2020

O Memorial da Câmara Municipal relembra que o impedimento do voto à mulher somente foi quebrado há 88 anos, em 24 de fevereiro de 1932, com a publicação do Decreto nº 21.076 - Código Eleitoral, que em seu artigo 2º dizia: “É eleitor o cidadão maior de 21 anos, sem distinção de sexo, alistado na f...


Arquivo Histórico

14 de fevereiro de 2020

O Memorial da Câmara Municipal disponibiliza para pesquisa, o Arquivo Histórico/Anais do Poder Legislativo araraquarense. São matérias que foram inseridas na pauta das sessões camarárias, versando sobre a história, memória da cidade, da região, do estado e do país, sobre acontecimentos e fatos q...


Araraquara: 131 anos da sua elevação de vila à cidade

06 de fevereiro de 2020

O antigo povoado de São Bento de Araraquara teve sua freguesia criada no município de Itu, pelo Alvará de 22 de agosto de 1817. Anos mais tarde, em 31 de outubro de 1821, a freguesia foi transferida para o município de Piracicaba, tornando-se vila, por meio de Decreto Imperial em 10 de julho de...


Calendário Municipal do mês: FEVEREIRO

01 de fevereiro de 2020

A cidade de Araraquara tem datas comemorativas importantes para serem lembradas, pois homenageiam profissões, classes e assuntos relevantes. O Memorial da Câmara Municipal relembra essas datas:    Lei Data Descrição Autoria Data comemorativa 6064 28/...


Memória: Crime dos Brito - há 123 anos dava-se início ao crime

30 de janeiro de 2020

Um pouco do contexto histórico Fins do século XIX, a cidade de Araraquara se recuperava da epidemia de Febre Amarela, ampliava suas riquezas econômicas através da produção do café e escoava pela estrada de ferro, inaugurada em 1885. A urbe crescia em volta do largo da Igreja Matriz, o ambiente...


Memória: Biografia do ex-servidor público municipal Euripes Ancelmo

23 de janeiro de 2020

Biografia Euripes Ancelmo nasceu em 6 de abril de 1929, no Distrito de Silvania, Matão/SP, filho de José Cezarino Ancelmo e Angelina Pianisola Ancelmo. De família numerosa, cresceu ao lado dos irmãos Ercilia, Maria Lourdes, Guiomar, Carlos, Werthe e Maria Teresa. Mudou-se com a família aos 6 a...