Fone: (16) 3301-0641

Biografia do ex-vereador e 1º Presidente José Clozel

Biografia do ex-vereador e 1º Presidente José Clozel


jose-clozel

Biografia:

José Clozel nasceu em 14 de janeiro de 1895, na cidade de Campinas/SP.

Filho de Jorge Clozel (de nacionalidade francesa) e Silvana Augusta da Fonseca Clozel, primogênito do casal e dessa união também nasceu sua irmã Alzira.

Formou-se bacharel em sua cidade natal,  conforme consta no jornal "Correio Paulistano" de 1914

diploma-bacharel-1914

Iniciou a docência primária na cidade de Ubatuba em 1915.

Em 08 de janeiro de 1916, na cidade de Campinas casou-se com Tereza Cavalari, filha dos italianos Frederico Cavalari e Margarida Cavalari. Dessa união nasceram sete filhos: Jairo, Júnia, Jorge, Julieta, Jenny, Jahel e Jacy.

Em 1921 era o diretor responsável pelo Grupo Escolar de Catanduva.

efetivacao-professor-de-catanduva

Por sua dedicação ao escotismo que florescia naquela época, o Governo do Estado lhe concedeu a título de prêmio remoção para a Diretoria do Grupo Escolar Barnabé, mas que não foi aceito por seu pedido.

Em 1925 substituiu os inspetores escolares das cidades de Catanduva e São José do Rio Preto, sendo na sequência nomeado, em caráter efetivo, para a Inspetoria Escolar de Iguapé, local onde em 1926 lançou uma série campanha de nacionalização das escolas japonesas sediadas na região litorânea de São Paulo.

Removido para a Inspetoria Distrital de Taubaté e mais tarde para a de Mogi Mirim, foi, em 1932, promovido a Delegado Regional de Ensino em Santa Cruz do Rio Pardo.

Em 1934, José Clozel ocupava o cargo de delegado regional do ensino de São José do Rio Preto, cumulativamente com o de Inspetor Federal junto ao colégio Santo André, na mesma cidade.

Curiosidade: veja o relatório de educação apresentado por José Clozel ao Diretor de Ensino em 1935 (relatório-educação-1934).

No ano de 1935 foi nomeado inspetor de estabelecimento de ensino, conforme consta nos atos do governo publicado abaixo.

nomeacao-inspetor-1935

No ano de 1939 veio para a cidade de Araraquara e permaneceu por 4 anos. Na qualidade de professor, participou como membro da comissão para as festividades do "Dia da Pátria", juntamente o então prefeito Camilo Gavião de Souza Neves e outras autoridades.

dia-da-patria  

Promovido, mudou-se para a cidade de São Paulo indo trabalhar no Departamento de Educação do Estado como redator-chefe da Revista "Educação" permanecendo até 1946. Veja carta enviada para um colaborador (carta do redator-chefe José Clozel).

Nota: José Clozel, assistente técnico do Departamento de Educação de São Paulo, participou do movimento da criação das "colônias de férias", em uma das cidades vizinhas a Santos, sendo membro de uma comissão juntamente com o Interventor Federal de São Paulo, Fernando Costa, e diversos industriais paulistas.

Retornou para a Delegacia Regional de Ensino de Araraquara e ficou definitivamente radicado, como delegado regional.

Homem atuante, fez parte da Junta Municipal da Infância em nossa cidade, como também foi um dos fundadores do Lar Juvenil "Domingos Sávio" no ano de 1951.

Aposentou-se em 1953, encerrando com total dedicação suas atividades docentes.

Em 21 de fevereiro de 1954, na sala de sessões do Edifício da Prefeitura Municipal, sob a presidência do então presidente Vereador José do Amaral Velosa, em reconhecimento da edilidade araraquarense pela colaboração que havia prestado em prol do bem-comum, foi homenageado em Sessão Solene com o descerramento do seu retrato colocado nessa sala, ato este realizado por sua esposa Tereza e na presença de familiares e autoridades. Confira na íntegra: ata homenagem colocação retrato presidentes 1a Legislatura. 

Colaborador do Jornal "O Imparcial", escreveu diversos artigos publicados e era amigo pessoal do jornalista Paulo A.C. Silva.

Foi com muita tristeza que a cidade recebeu a notícia do seu falecimento em 09 de maio de 1961. O então presidente Hermínio Pagotto, decretou luto oficial de 3 dias, conforme Ato nº 045/1961.ato-45

José Clozel está sepultado juntamente com sua esposa falecida anos depois, em 04 de março de 1971, no cemitério São Bento, desta cidade.

  Vida política:

O professor Clozel ingressou na vida política, sendo eleito vereador em 1947, tomando posse em  1º de janeiro de 1948 para a 1ª Legislatura.

Foi o 1º (primeiro) Presidente da Câmara Municipal, após a redemocratização do Brasil.  Atuou na presidência nos anos de 1948 e 1949.

Na qualidade de legislador prestou relevantes e inestimáveis serviços ao município e a sua população.

Prefeito do Executivo em exercício:

Em virtude da licença do então prefeito José dos Santos (Veja a Resolução nº 32 de 1949),  o professor Clozel ocupou o cargo de chefe do Executivo em Araraquara pelo período de 30 dias, a partir de 28 de novembro de 1949, pois nessa época não havia a figura do vice-prefeito.

  Homenagens póstumas:  Foi homenageado denominando via pública através da Lei nº 990, de 3 de julho de 1961, de autoria do então vereador Clóvis Van Dick.   avenida-jose-clozel
Cruzamento da Avenida José Clozel com a Rua Castro Alves 
 

Denomina o plenarinho (auditório) desta Casa de Leis "Vereador Professor José Clozel", concedido através da Resolução 205, de 18 de outubro de 1994, cuja placa traz os seguintes dizeres:

"Auditório Vereador Professor José Clozel
Primeiro presidente do Legislativo Araraquarense nos anos de 1948 e 1949, após a redemocratização do Brasil ocorrida em 29-10-1945, depois da queda do Estado Novo (regime político discricionário), implantado em 10-11-1937".
plenarinho
Imagem interna do Plenarinho "Vereador José Clozel" 

Também foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, denominando "Professor José Clozel", o Grupo Escolar da Fazenda Santa Cruz, em Américo Brasiliense que pertencia à cidade de Araraquara, através da Lei nº 9121, 18/11/1965, de autoria do então deputado Osvaldo Santos Ferreira. 

  Texto: Silvia Gustavo/Memorial da Câmara Municipal Fontes:
  1. extraído "Jornal O Imparcial" - Seu nome está na rua - Edição 206 de 27-05-2001 - criação e coordenação Samuel Brasil Bueno.
  2. Arquivo Histórico-Social / Projecto MOSCA - http://mosca-servidor.xdi.uevora.pt/arquivo/?p=digitallibrary/digitalcontent&id=1112
  3. CLOZEL, José. Relatório de São José do Rio Preto de 1934. Disponível em http://www.arquivoestado.sp.gov.br/upload/revistas/RDRRI1934.pdf.
  4. http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000443213&fd=y
  5. http://www.arquivoestado.sp.gov.br/upload/revistas/RDRRI1934.pdf
  6. http://gedbas.genealogy.net/search/simple




Publicado em: 28 de fevereiro de 2017

Publicado por: CÂMARA MUNICIPAL DE ARARAQUARA

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias do Memorial

Outras Notícias

Fique por dentro


Datas comemorativas do mês de agosto

31 de julho de 2020

Calendário Municipal de Eventos - Agosto/2020   Lei Data Evento Autoria Data comemorativa 6582 20/06/2007 Semana Rodolfo Telarolli - Araraquara em Debate Edna Martins agosto 7279 07/07/2010 Festival do Pastel & Caldo de...


Calendário municipal do mês: Julho

01 de julho de 2020

A cidade de Araraquara tem datas comemorativas importantes para serem lembradas, pois homenageiam profissões, classes e assuntos relevantes. O Memorial da Câmara Municipal relembra essas datas:  Lei Data Assunto Autoria Data comemorativa 6419 25/05/2006...


Calendário municipal do mês de junho

01 de junho de 2020

A cidade de Araraquara tem datas comemorativas importantes para serem lembradas, pois homenageiam profissões, classes e assuntos relevantes. O Memorial da Câmara Municipal relembra essas datas:    Lei Data Assunto Autoria Data comemorativa 4837 10/06...


Memória: Bandeira de Araraquara

29 de maio de 2020

O Memorial da Câmara Municipal, na semana em que comemoramos o Dia da Bandeira de Araraquara, 30 de maio, com a intenção de preservar o resgate histórico, relembra um pouco da história do símbolo, apresentando suas origens e significados. A data foi instituída através da Lei Municipal nº 8703, em...


Memória: Juventude Constitucionalista

22 de maio de 2020

O Memorial da Câmara Municipal, na semana em que comemoramos o Dia da Juventude Constitucionalista, 23 de maio, com a intenção de preservar o resgate histórico, disponibiliza o histórico Álbum Paulista, uma publicação da época, que traz ilustrações de emblemas, medalhas, distintivos, símbolos, se...


Memória: Museu Histórico

15 de maio de 2020

O Memorial da Câmara Municipal relembra que dia 18 de maio é o Dia Nacional dos Museus, mês em que se comemora em nosso município a Semana dos Museus. O primeiro museu no município é o Museu Histórico "Voluntários da Pátria".   Contexto histórico Foi na gestão do então prefeito Pereira Lima,...